quarta-feira, 11 de junho de 2014

Diário de dieta: xô acomodação, vem foco


Todo o processo de emagrecimento é longo. Mesmo que você faça uma operação Biggest Loser e perca 200 kg em 3 meses, tenha certeza: isso é só o começo. A coisa complica mesmo é depois, já que a manutenção é a parte mais complicada e cheia de desafios. Quando a gente tá no processo de emagrecimento, acaba tão absorto por aquelas ideias e ambiente, que focar acaba sendo quase fácil. Depois que entrou no ritmo dieta e muita atividade física, com fiscalização intensa, é natural seguir esse caminho. Claro que acontecem alguns tropeços, mas a gente fica tão tomado pelo objetivo, que fica fácil retomar. O problema é depois.

Depois chega uma hora em que a gente acha que tá bem. A gente desliza sem nem sentir, já que sabe que vai correr depois/fazer um circuito/treinar. Sem que a gente perceba, a gente começa a achar que pode comer como aquela amiga da categoria seca-de-ruim e não vê mal nenhum em um capuccino com chocolatinho amargo no meio da tarde. Ou pão de queijo. Ou brigadeiro de whey. Ou dois. Isso é tão gradual, tão sutil, que a gente, quando vê na balança que a coisa complicou, não sabe nem explicar como começou. E é aí, nesse mesmo momento, em que retomar fica complicado. Porque no fim das contas, a gente gostou e se acostumou.



E isso tudo pode complicar ainda mais dependendo do seu tipo físico e histórico. Quem era magro, sempre foi magro, e engordou de repente, consegue voltar ao peso com mais facilidade. Quem sempre foi gordinho, pode ter certeza que complica. E que volta a engordar na velocidade da luz. Falo por mim mesma. Tive um mês e meio meio down, diminuindo atividade física (por pura desorganização com o tempo), comendo como se nunca tivesse tido problema com peso (ou seja, não tava me entupindo de porcarias, mas tava comendo bem - até demais), e a consequência disso foram quase 6kg. Só quando tava com muito excesso de peso consegui perder 6kg em um mês, hoje é quase impossível. E vou dizer: tá bem difícil de retomar. Porque isso tá me gerando mais ansiedade, e quanto mais ansiosa, mais comilona eu fico. Porque me reacostumei com as atividades sociais, e isso inclui uma série de coquetéis em que o blog é convidado. Porque minha barriga ronca se eu só como uma sopinha à noite. Ou uma salada e uma carne.

Voltei a treinar diariamente e mais pesado do que antes. Minha alimentação tá um pouco mais controlada, mas ando tropeçando bastante. Tou precisando respirar e focar de novo. Não adianta: manutenção é para a vida toda!

Bora lá! Tudo de novo!



Um comentário:

Carolina Ruiz disse...

Que disposição hein? =D
Que você consiga atingir todos os seus objetivos!
Eu queria muito voltar pra academia ou pras aulas de dança, sinto tanta falta... Parece que o corpo pede né?
Abraços.

www.triboalternativa.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...