quarta-feira, 12 de junho de 2013

O que eu quero e desejo para esse dia dos namorados


O que eu quero é bem simples: que todo mundo se ame. É isso mesmo. Antes e acima de tudo, que todos nós sejamos capazes de nos amar incondicionalmente. Essa coisa de "the best thing about me is you" (a melhor coisa sobre mim é você) soa sempre como uma falta de autoestima extrema, ou algo de quem esquece de olhar para si e ver que pessoa maravilhosa ela própria é. A melhor coisa sobre a gente é a gente mesmo! Nunca deixe ninguém te convencer do contrário. Isso vale para quem está namorando, solteira, enrolada, separada, ou qualquer outro estado civil possível. A gente pode não se bastar sozinho, pois somos seres sociais, mas também não é alguém (cara-metade, tchutchuquinhas e tchuchuquinhos, metade da laranja ou qualquer coisa do gênero) que valida a nossa existência. Não esqueçam disso, tá?

E acho que mais do que o apelo comercial, os apaixonados devem se amar.
Devem conversar.
Devem rir juntos.
Devem se abraçar.
Devem resolver as dificuldades.
Devem se perdoar.
Devem tentar ser mais para si para conseguir ser mais para o outro.
Devem tentar surpreender.

Gastem menos grana e ponham mais amor no presente. Presente gasta, acaba, fura, estraga. A surpresa e o amor ficam pra sempre. Garanto que vai ser muito melhor. 



Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...