segunda-feira, 22 de abril de 2013

Diário de dieta: a primeira corrida a gente nunca esquece



Vocês todos e todas que passam por aqui todo dia ou de vez em quando sabem do esforço que tenho feito não só para emagrecer, mas para incorporar um estilo de vida mais saudável. Ter que emagrecer foi uma tortura no início, da mesma forma que foi parar de fumar. Diminuir as saídas com as amigas e aumentar as idas à academia, trocar lasanha por panqueca de farelo de aveia, folhado por iogurte desnatado, tudo isso levou tempo e demandou esforço. Esforço, sim, porque por mais que o saudável seja bom, as guloseimas doces e salgadas parecem ainda melhores nas nossas papilas gustativas. Todas as mudanças, que ainda continuam, porque estamos apenas no começo, valeram a pena pelo que aconteceu ontem: completei minha primeira corrida de rua.

O meu dia começou cedinho, um milagre para um dia de domingo. Café da manhã e trocar de roupa com pressa, já que eu ia encarar esse primeiro desafio solita (o namoradão precisou trabalhar) e eu não queria me atrasar ou ficar horas procurando um lugar conveniente para deixar o carro. Chegando na Sociedade Ginástica Novo Hamburgo, adorei a organização do evento. Filas separadas por número para pegar os chips, a Feevale (universidade da cidade) disponibilizou fisioterapeutas e quiropraxistas para a galera, várias barracas disponibilizavam água e frutas para os corredores e acompanhantes. Uma ambulância estava dentro da sede do clube e outra na rua para atender quem, por um azar, passasse mal. Fiquei lá acompanhando as pessoas que chegavam, muitos em grupo, com família completa e chimarrão na mão. A pré-corrida já tinha me conquistado.



Quando chegou a hora do aquecimento vi que a coisa tava ficando séria. A hora tava chegando. Era inevitável ficar nervosa. Após a largada dos 5km e 10km, tivemos que esperar mais 5 min para a largada dos 3km. Compreensível, já que é uma prova mais rápida e largar todo mundo junto ia causar mais transtorno que benefícios. Largamos.


O percurso era fácil, no centro da cidade de Novo Hamburgo mesmo. O trânsito tava superbem controlado, o que não representou nenhum risco para quem corria. Dois pontos de distribuição de água garantiam a hidratação da galera (espero que tenham juntado todos os copinhos que ficaram pelo caminho). Quase que por instinto, acelerei. Corri muito mais rápido do que estou acostumada. Sei lá, difícil não tentar acompanhar o ritmo dos outros quando se está num grande grupo. O problema é que não consegui manter aquele ritmo e tive que pegar leve lá pelo 1,5 km. Sério, eu já tava colocando o pulmão pra fora. Botei o pé no freio e fui troteando por mais ou menos 1 minuto, o suficiente pra fazer meus batimentos cardíacos voltarem ao normal. Entrei no meu ritmo habitual e segui. Mas claro que quando eu vi já tava acelerando de novo e pelos 2,2 km precisei trotear de novo até entrar no meu ritmo. Completei a prova em 21min01seg, o que é um recorde pessoal, já que levo cerca de 28 min normalmente. O tempo pode parecer piada para vocês (quem venceu essa prova no feminino fez em 10 min para vocês terem uma ideia), mas pra mim é, de fato, uma vitória pessoal grande, desse último ano que tem sido de força de vontade em estado bruto, de uma forma que nunca tinha experimentado antes. Terminei aqueles 21 min muito feliz, sabendo que consegui. E com vontade de mais: louca para encarar o próximo desafio! Não é que esse troço vicia?




Não fiquei até o final para todas as premiações. Entreguei meu chip, peguei minha medalha de participação, uma aguinha e uma fruta e fiquei andando por lá. Pedi para baterem uma foto minha no pórtico, o que foi ao mesmo tempo bacana e um vacilo: sem querer a pessoa que tirou a foto acabou apagando várias outras que eu tinha tirado das barracas e dos serviços para mostrar pra vocês. Quem sabe alguém aí não me acompanha na próxima pra registrar, né? Enfim, saldo mais que positivo e ansiosa para a próxima!


2 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns Paula! Imagino a tua satisfação. Eu tb estou correndo 3k e minha meta é completar uma corrida assim como tu! Pode me convidar pra próxima, to dentro e o celo disse que vai junto e nos espera como iugo bebendo... Pode???
Bj bj ana

Paula Coruja disse...

Isso, Ana! Vambora! Quero treinar pra correr 5km agora em junho/julho! Vamos?
:)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...