sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Um livro para a semana: Kafka à beira-mar, Haruki Murakami

Duas semanas seguidas com o mesmo autor! Que acham? É que depois de falar da viagem de Dance, Dance, Dance, me deu uma vontade muito grande de contar sobre Kafka à beira-mar. Foi o primeiro que li do autor e que me fez ficar de olhinhos brilhando depois com vontade de quero mais.

Em Kafka à beira-mar a coisa continua em clima de viagem. Nele encontramos Johnnie Walker (walking), o tiozinho do KFC, presenciamos uma chuva de peixes e encontramos um gato que fala (ou melhor, vários). A história é centrada em dois personagens que têm suas histórias narradas em paralelo: Kafka Tamura, adolescente que foge da casa onde vive com o pai para encontrar a mãe e a irmã, e o deficiente mental Satoru Nakata, um homem mais que fala com gatos.

Kafka narra a própria história e ficamos sabendo da solidão que ele sente ao morar com o pai e da vontade de encontrar a mãe, que saiu de casa, sem dizer uma palavra, levando sua irmã mais velha junto. O livro tem um elemento edipiano, mas que não tem a história girando em torno dele. No fim das contas, a história do velho Nakata se cruza com Kafka. É bem legal.

Sobre essa viagem toda, essa mistura com elementos fantásticos tão característica de Murakami, ele disse: “E escrever um romance me permite sonhar acordado intencionalmente. Posso continuar hoje o sonho de ontem, o que normalmente não acontece na vida real. Portanto, embora seja sonho, não é fantasia. Para mim, o sonho é muito real.” Ah, vai, muito tri!


Kafka à beira-mar, Haruki Murakami
Editora Alfaguara
576 páginas
Preço: a partir de R$ 60, ou R$ 52 usado.



Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...