sexta-feira, 11 de maio de 2012

Um livro para a semana: Adeus, China - Li Cunxin


Li Cunxin mora no interior da cidade litorânea de Qingdao, em uma época em que a fome prevalecia na China. De repente, ainda na escola, se descobre (meio a fórceps) um novo talento para o menino: a dança. E é isso que faz Cunxin ganhar o mundo.

“Adeus, China — O Último Bailarino de Mao” gira em torno da história deste menino que integrou o balé de Madame Mao e acabou conhecido internacionalmente por seu talento. É uma história de determinação, esforço, superação, dor e conquista emocionantes. Do menino que passava fome e idolatrava Mao, a estrela do Ballet de Houston, após desertar de uma China em plena Revolução Cultural.

Bacanas também são as figuras que ele usa pra ilustrar a própria história, como a do sapo no poço, uma das lendas tradicionais chinesas. Brevemente, é a história de um sapinho que vivia em um poço fundo e quando foi convidado a sair, por outro sapo que vivia do lado de fora, o sapinho não aceitou porque não conseguia sair dali, e sabia que seu pai já tinha tentado pular para fora do poço a vida toda. O mundo exterior se tornou apenas um sonho e passou a vida inteira preso lá. Cunxin tanto fez que conseguiu sair do poço. (aliás, a história do sapo é recorrente em vários livros sobre chineses que resistiram e saíram da China após a Revolução Cultural.)

Uma bela vida. Uma bela história.

Adeus, China - O último bailarino de Mao, Li Cunxin
Editora Fundamento
400 páginas
Preço: anda esgotado por aí, mas você encontra usado a partir de R$ 25.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...