sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

O sapato certo pra dirigir

Quem dirige sabe: dependendo do calçado, a coisa fica inviável. Escorrega, tranca e, mesmo que nada disso aconteça e você não seja um risco para a sociedade, a gente ainda leva multa dependendo do que estiver calçando. Nesse tempo de vai e volta da praia, é bom se ligar para não receber uma multinha em casa.

Venha dirigindo sem sapato e calce-o depois, sem galho. Seguro, na lei e sem perder o glamour.


Meninas, a regra é clara: só é permitido dirigir com sapatos que fiquem bem fixos aos pés. Na hora de encarar o trânsito, deixe os tamancos e chinelinhos de lado. Quem desobedece, é enquadrado no artigo 252 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e leva multa de grau médio, perde quatro pontos na carteira e paga multa de R$ 85,13.

Ah, mas e o salto? É aqui que a regra não é clara. Como não são adequados (quanto maior, mais inadequado, e se agrava se tiver meia pata), mas não tem uma norma específica para eles, fica pelo julgamento do policial rodoviário ou agente de trânsito que te parou.

Tênis pode. Para garantir, deixe um velhinho mesmo dentro do carro para dirigir com segurança.

Na dúvida (e aproveitando o calor do verão), dirija de pés descalços. Tá na lei. Mas lembre-se: se te pararem em alguma blitz, desça de pés descalços, ou peça autorização ao policial/agente para colocar algum calçado (mas garanta que ele veja que você está sem sapatos). O que vale também é manter um par de calçados apropriados dentro do carro. Fica ali, só pra garantir e te deixar dentro da lei. Porque férias e multas não combinam, né?


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...