sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Um toque de glamour à dieta neste fim de ano


É dezembro e se tem uma palavra que define bem o mês é excesso. Excesso de comida, excesso de bebida, excesso de encontros, reencontros e família (as três últimas, o melhor deste mês). E daí que revelaram uma bela dieta, rica em polifenóis (lembram deles? falamos aqui) e cheia de glamour. Saiu lá no Daily Mail e claro que a gente se interessou, afinal, dezembro sem champanhe não é dezembro (bom, nem novembro, nem outubro... deixa pra lá).

Tá, também não se empolguem muito, afinal, dieta é dieta e o único excesso permitido é o de alface, não dá pra sair bancando a Heleninha Roitman. O negócio é ingerir duas taças ao dia, combinadas com um cardápio equilibrado, de até 1400 calorias diárias. Com apenas 91 calorias por taça (os espumantes naturais possuem até menos que isso), o champanhe pode aumentar a adesão à dieta, evitando os autoboicotes, bem comuns.



Bom, um pouquinho de ciência para aguçar a vontade. Pesquisadores da Universidade de Reading, na Inglaterra, em parceria com a Università degli studi di Cagliari, constataram que o champanhe pode fazer bem ao coração, cérebro e circulação sanguínea. Isso tudo por causa dos benditos (e necessários)  polifenóis, que são antioxidantes e ajudam a controlar a pressão arterial e craniana. Ou seja, beber uma chamapanhota é bom para reduzir o mau colesterol, diminuir a incidência de derrames e ataques cardíacos, além de proteger o cérebro de doenças degenerativas, como Alzheimer e Parkinson. Ou seja, mais adiante na vida você não vai virar o champanhe, nem esquecer qual marca bebeu da última vez.

É ferias e você pode, sim, aproveitar. Então troca o chopinho gelado pela champanhota gelada que, em vez de aumentar a pança, você vai é melhorar a saúde. Com todo o glamour que a gente merece (sério, amo a banalização do champanhe!).


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...