segunda-feira, 18 de abril de 2011

Agora o foco [e na meta


O foco agora é na primeira meta estabelecida pela minha nutricionista: 3,5 kg. Até gostei, assim parece bem menos difícil. Como ela quer saber se tá tudo tudo tudo tudo bem com o meu organismo e meus hormônios, ainda tenho três exames para fazer: glicemia e insulina jejum e cortisol sérico. A Gisele (nome da nutri querida) explicou que três hormônios podem, digamos, atrapalhar este processo. Claro, se tiverem meio desregulados. São eles: TSH (da tireóide), insulina e o bendito do cortisol. Peguei até a definição da wikipedia pra cá:

Cortisol é um hormônio corticosteróide produzido pela glândula supra-renal que está envolvido na resposta ao estresse; ele aumenta a pressão arterial e o açúcar do sangue, além de suprimir o sistema imune.

Pois ela falou que esse danado desse hormônio tá ligado ao estresse e lendo isto quase entendo a crise de pressão alta que eu tive um dia desses. E talvez esteja ligadaà minha glicose que deu no limite no último exame de sangue. É, talvez eu esteja estressada meeeesmo. Mas enfim, vamos aos exames amanhã.


Essa não sou eu (óbvio). Mas eu também ando arrancando cabelos.
Volto ao consultório na segunda que vem para ver como foi a primeira semana. Ela disse que eu odiaria ela esta semana, porque a dieta é danada. Na real, até tem comida suficiente, mas sinto falta de shoyo, de coca-cola, do chocolate da TPM, de roer umas castanhas, do molho de tomate, do molho branco... coisas de uma vida mais gostosa, né? Não tou odiando ela, mas tenho acessos de mau humor.

DIA 1 - Tri otimista

Bom, o domingo foi o marco zero. Acordei cedo e comi o que devia: café, suco e banana. Mas como eu não tinha jantado na noite anterior, deu fome afu até às 13h, quando sentei pra almoçar. Comi um prato de salada com uma vontade que... nossa! Meu bife de frango ganhou uma pimentinha do reino pra descer melhor. Bingo. O problema é o arroz e salada (incluindo berinjela e cenoura) sem um shoyozinho. Eu como arroz de japonês feito naquelas panelas e sem sal, sabe? Normalmente com o shoyo, ou o molho da comida, isso não me faz falta, mas ontem a comida tava sem gosto. Fora a pressão do meu namorado:

- Se ela cortou o shoyo é porque não quer que tu coma sal. Não coloca sal!

Pois é, não perguntei do sal. Não tá escrito na folhinha, mas na dúvida deixei de lado.

Os cookies do lanche da tarde tavam divinos. E tive a "hora da fome", que ela falava. Ovo cozido pra suprir até a hora da janta, que acabou sendo mais tarde. Sabe como é domingo. O omeletão de vegetais tava delícia. Sobrevivi ao primeiro dia.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...